Aqui você poderá encontrar muito de mim e espero com isso revelar o que ainda não sabe sobre você. Calma, aqui não será um espaço esotérico. Mas, acredito que no contato com o outro/a descobrimos quem verdadeiramente somos. Sinta-se a vontade em viajar comigo nesses escritos e saiba que o conhecimento é um processo, é uma construção, em que todos/as nós fazemos parte das diversas etapas de sua edificação. Participe desta aventura, venha pescar comigo nesse grande mar que é a vida, onde costuraremos histórias e reflexões acerca dos nossos sentimentos, pensamentos e das coisas da vida, as coisas do dia-a-dia que nos rodeiam.

Seguidores

Postagem em destaque

Eu sempre estive perto de você

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

No voto a possibilidade de um Brasil melhor.


Nessa reta final do processo eleitoral muitas pessoas tem me procurado para saber em quem vou votar ou o que eu penso a respeito da política ou mesmo do cenário da disputa eleitoral, entre uma resposta e outra não tenho com fugir de algumas convicções, valores ou mesmo sonhos. Sonhos de um mundo melhor, que respeite os seres da terra em todas as suas dimensões e por isso sempre reafirmo em cada resposta tudo aquilo que acredito que contribuirá para a construção de um mundo verdadeiramente igualitário.

Minha esperança é que nesta eleição caminhemos com segurança e firmeza para votar com consciência, sem a dúvida que tentam incutir em nossa mente, falando de voto útil que tem por trás o voto em quem irá “ganhar”. Usemos nossa capacidade avaliativa de olhar para os candidatos e decidir em quem votar, a partir de seus projetos eleitorais e administrativos.

Nós devemos, também, estar atentos a história de luta e de vida dos/as candidatos/as, seu envolvimento com as causas sociais, causas do povo trabalhador, do educador que tanto contribuiu para o desenvolvimento de nosso país e que pouco se vê valorizado; do gari que torna nossas cidades mais atrativas e belas e que é sempre subalternizado; do profissional da saúde doente por falta de investimentos; dos profissionais artesanais que ajudam a movimentar a economia onde os governos e candidatos só lembram nos períodos eleitorais.

Avaliemos severamente o envolvimento dos candidatos com o povo brasileiro, criança, negro, mulher, jovem, idoso, indígena e tantas comunidades tradicionais sempre esquecidas. Avaliemos seu compromisso com a luta pela conquista da terra, teto, saúde e educação “pública” e de qualidade – afinal, gratuita não é, já que somos nós quem contribui para que os investimentos nesses setores se efetivem com os diversos impostos que pagamos – e respeito a tantos grupos que sofreram e ainda sofrem com os mais diversos tipos de preconceitos e discriminação.

Precisamos efetivar nossa capacidade de dar a devida importância e valor ao nosso voto e não cairmos na idéia de que política não presta, que não adianta votar, idéia que só ajuda a deixar tudo como está. Está passando da hora de darmos um basta ás enganações eleitorais, promessas vazias, o voto não é uma mercadoria que pode ser comprada a qualquer preço, o voto deve ser conquistado e somos nós que vamos decidir quem será merecedor dele.

Quem compra o voto não tem nenhum compromisso sério com a política, e quem vende não tem consciência do verdadeiro valor de seu voto. A união de um povo já transformou muitas coisas, e a união de um povo através de seus votos poderá mudar a atual conjuntura política deste país. Unir-se em torno do bem comum é prática de cidadania. É preciso lutar pelo resgate de nossa sociedade sem a idéia de que tudo está perdido.

Uma sociedade justa e igualitária, com saúde, educação e pão é possível. Mas, para isso é necessário que o povo não seja instrumento de corrupção. É preciso verdadeiro projetos comprometidos com gente, com a nossa gente, que nenhuma família, da roça ou da cidade, seja esquecida. Que os grandes projetos de desenvolvimentos econômicos não separem o rio do pescador e a terra do agricultor.

Não dá para nos conformarmos com a situação que aí está. Olhar para cima e não ver mais o céu. Os peixes correm o risco de serem vistos apenas nos aquários, e nós não poderemos nos banhar em nossos rios. Mas vejo, não distante, um projeto popular chegando, fruto dos grupos esquecidos se organizando, com um jeito ousado de trabalhar, que vê na conscientização de todos a solução, e através da participação unida acredita na transformação social. E assim poderemos sonhar com uma sociedade onde olharemos rio, céu, terra e floresta sem poluição ou destruição e sentiremos a felicidade em cada coração.

P.S. Avalie e vote conscientemente. Espero se não ajudei, não ter piorado na sua relação com o processo eleitoral ou mesmo com a política.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...