Aqui você poderá encontrar muito de mim e espero com isso revelar o que ainda não sabe sobre você. Calma, aqui não será um espaço esotérico. Mas, acredito que no contato com o outro/a descobrimos quem verdadeiramente somos. Sinta-se a vontade em viajar comigo nesses escritos e saiba que o conhecimento é um processo, é uma construção, em que todos/as nós fazemos parte das diversas etapas de sua edificação. Participe desta aventura, venha pescar comigo nesse grande mar que é a vida, onde costuraremos histórias e reflexões acerca dos nossos sentimentos, pensamentos e das coisas da vida, as coisas do dia-a-dia que nos rodeiam.

Seguidores

Postagem em destaque

Eu sempre estive perto de você

sábado, 20 de outubro de 2012

Costura Musicada - A casa é sua (Arnaldo Antunes)


A Costura Musicada de hoje é: A casa é sua, de Arnaldo Antunes*, músico, poeta, compositor, VJ e artista visual brasileiro. Nasceu aos 2 dias de setembro de 1960 na cidade de São Paulo. Arnaldo Antunes é conhecido na América do Sul por ser um dos principais compositores da música pop brasileira, respirando de influências concretistas e pós-modernas. Compôs outras costuras musicadas que de grandes sucessos como "Pulso", "Alma", "Socorro", "Não Vou Me adaptar", "Beija Eu", "Infinito Particular", "Vilarejo", "Velha Infância" e "Quem Me Olha Só", e já teve suas canções interpretadas por artistas como Jorge Drexler, Marisa Monte, Nando Reis, Zélia Duncan, Cássia Eller, Frejat, Margareth Menezes, Pepeu Gomes, além, claro dos Titãs, banda da qual fez parte até 1992.

Sobre a Costura Musicada - A casa é sua: Arnaldo Antunes nos apresenta nesta costura musicada um desprendimento e abertura para um novo estilo de vida, que ganhará sentido quando a presença da pessoa amada compor o conjunto do seu lar. É a narrativa da necessidade da presença do/a amada/o compondo aquele cenário do seu cotidiano e que só espera pela aceitação do/a amada/o para estar ali completando com o seu riso, seu cheiro, enfim, com sua presença, o lugar de sua felicidade.

Por fim, esperar por alguém, pode ter entre tantos significados, um profundo e mais sincero amor. A casa é lugar de acolhida e dizer: "a casa é sua", é um ato de dizer que estamos permitindo que o outro/a faça parte de nossa vida. E assim, neste momento de minha vida, faço minhas, as palavras de Arnaldo Antunes: "A casa é sua. Por que não chega agora?".

*Em 1978 ingressou em Letras da FFLCH-USP, onde seguiria o curso de Linguística, não fosse o sucesso dos Titãs lhe tomar todo o tempo entre shows, gravações, ensaios, turnês e entrevistas.
Em 1992, desligou-se do Grupo Titãs, no qual fazia as direções artísticas. Apesar de sua saída, Arnaldo continuou compondo com os demais integrantes do grupo e várias dessas parcerias foram incluídas em discos dos Titãs, assim como em seus discos solo.
Em 1997, fez participação especial no álbum Acústico MTV, dos Titãs. Na ocasião, Antunes cantou a faixa "O Pulso", música originalmente gravada no álbum Õ Blésq Blom, de 1989.
No ano de 2002, formou, em parceria com os amigos Marisa Monte e Carlinhos Brown, o trio Tribalistas, pelo qual lançaram o álbum homônimo. O álbum foi sucesso de público e crítica e vendeu, até 2009, mais de 2.100.000 cópias no Brasil e na Europa. Foi também indicado a cinco categorias do Grammy Latino em 2003, ganhando o prêmio de Melhor Álbum Pop Contemporâneo Brasileiro.
Arnaldo ainda atuou como ensaísta na Folha de São Paulo, onde deixou evidente o substrato teórico que transparece no seu trabalho estético. Lançou no final do ano de 2007 o primeiro DVD de sua carreira, o premiado Ao Vivo no Estúdio, que passeia por toda sua carreira e que conta com as participações especiais do ex-titã Nando Reis, do titã Branco Mello, do ex-Ira! Edgard Scandurra e dos tribalistas Marisa Monte e Carlinhos Brown.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...