Aqui você poderá encontrar muito de mim e espero com isso revelar o que ainda não sabe sobre você. Calma, aqui não será um espaço esotérico. Mas, acredito que no contato com o outro/a descobrimos quem verdadeiramente somos. Sinta-se a vontade em viajar comigo nesses escritos e saiba que o conhecimento é um processo, é uma construção, em que todos/as nós fazemos parte das diversas etapas de sua edificação. Participe desta aventura, venha pescar comigo nesse grande mar que é a vida, onde costuraremos histórias e reflexões acerca dos nossos sentimentos, pensamentos e das coisas da vida, as coisas do dia-a-dia que nos rodeiam.

Seguidores

Postagem em destaque

Eu sempre estive perto de você

terça-feira, 6 de setembro de 2011

6/9 - O dia do Sexo e os Loucos por Essência...



Os sensíveis e românticos, que gostam de um jantar a luz de velas, de sair para passear no parque, de ir ao cinema e curtir uma boa companhia seja lá qual for o filme, pois, o mais importante é a companhia, que gostam de andar de bicicleta e arriscar dar as mãos enquanto pedala correndo o risco de os dois caírem, que gostam de conversar sobre poesia e o amor, de sair correndo na chuva e ganhar um abraço encharcado e rir muito do desequilíbrio que o levou ao chão, ficarão deslocados neste dia, pois o sexo não se resume apenas ao ato da penetração da genitália masculina na genitália feminina ou mesmo o estímulo dos órgãos sexuais, seja a forma que for pelos parceiros, sejam homem e mulher, homem e homem ou mulher e mulher. Somente os amantes e românticos conseguem sentir prazer para além dos contatos corporais e, os recursos para isso existe aos montes, o mundo virtual que o diga. 
No dia do sexo os românticos já acordam em desvantagem, pois o sexo para estes seres estar além dos atos que envolvem apenas músculos, peitos, colchas, pernas, bíceps, pênis e vagina. O sexo está carregado de sentidos ocultos que dão sentidos que extrapolam o momento do gozo e impede que ambos se virem para o lado e adormeçam por terem cumprido o ato puramente corporal efêmero que termina com a ejaculação. Perceber isso tudo só é possível para poucos loucos que conseguem somar inúmeros sentidos a uma satisfação puramente corporal, somam-se cheiros, lembranças, soma-se o outro, pois o sexo para os românticos está muito mais na satisfação que se pode proporcionar, já que só assim se é possível sentir prazer, sente-se prazer em poder oferecer prazer ao outro.
Só os loucos como os românticos se atrevem a viver uma vida assim, em tempos em que o ato sexual é apenas mais um ato, fruto da banalidade e da coisificação das pessoas. Enquanto o mundo propaga o culto ao corpo e ao sexo como algo corriqueiro, os loucos por essência ainda defendem o encontro de corpos que aproximam almas, que aproximam vidas. E, estar na cama é mais que pura carne, é ver um ser carregado de sentimentos e desejos e, por isso, ir além da satisfação pessoal. Estar na cama é proporcionar o ápice de um conjunto de satisfação projetada desde a primeira troca de olhar, do primeiro galanteio e do primeiro sorriso de possibilidade de um envolvimento. Sendo assim, o sexo é o complemento ou o fechamento desse conjunto de elementos que estar longe do carnal, que é fruto de sentimentos mais densos e profundos, que só os loucos por essência conseguem compreender. O sexo é um ato de entrega de almas.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...