Aqui você poderá encontrar muito de mim e espero com isso revelar o que ainda não sabe sobre você. Calma, aqui não será um espaço esotérico. Mas, acredito que no contato com o outro/a descobrimos quem verdadeiramente somos. Sinta-se a vontade em viajar comigo nesses escritos e saiba que o conhecimento é um processo, é uma construção, em que todos/as nós fazemos parte das diversas etapas de sua edificação. Participe desta aventura, venha pescar comigo nesse grande mar que é a vida, onde costuraremos histórias e reflexões acerca dos nossos sentimentos, pensamentos e das coisas da vida, as coisas do dia-a-dia que nos rodeiam.

Seguidores

Postagem em destaque

Eu sempre estive perto de você

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

A quem me ajudou ler o mundo...

Neste dia não quero parabenizar, mas agradecer por este 15 de outubro, por esse reconhecimento que só é possível pela existência de vocação tão nobre: o magistério. Estamos em plena primavera que nos apresenta novos cenários a serem vislumbrados e não poderia ser outro período tão propício para homenagear aquelas e aqueles que fazem florescer em nós novas formas de lermos o mundo.

Lembro de minhas professoras e professores que muito me impressionavam por sua dedicação a tão belo ofício, alguns, lembro com maior freqüência: Dionéia, Joana Barros, Rosa Tereza, Xuxa, Maciel, Ávaro, Nazaré Sá, Leão, Linda, Filó, Haroldo, Vanilza, Virgínia, João Carlos, Amauri, Andrelino, Nilma, Juarez, Ana, Marco...

Por tudo que representaram em minha é que agradeço pelo seu dia, que assim como tive a oportunidade de COM-Viver com pessoas que sentiam prazer em exercer a arte do ensino aprendizagem, espero que mais vocações despertem nos corações de muitos, para que as novas gerações possam desfrutar de verdadeiros educadores como eu desfrutei.

E, para isso, desejo que consigamos, neste mundo com tanta desesperança, insistir teimosamente em ensinar e aprender a magnífica arte do diálogo e assim nos tornarmos mais que boas lembranças na cabeça das meninas e meninos que por nós passaram, bem como, referência de amor e dedicação a educação.

Para tanto, reforço que Sonhar é imprescindível na arte de educar, pois, sem o sonho a educarão se tornaria vazia e sem sentido, e assim, seria impossível uma verdadeira prática educativa, sobretudo, uma educação que se efetiva pela construção de outra sociedade possível, com vida digna e abundante para todas as pessoas.

Com isso tudo não quero isentar ou maquiar as dificuldades existentes nas práticas educativas, mas não podemos deixar de fazer aquilo que nos é possível diante da imensidão de nossos sonhos. Paulo Freire disse certa vez que “em história se faz o que se pode e não o que se gostaria de fazer. E uma das grandes tarefas políticas a ser cumprida se acha na perseguição constante de tornar possível amanhã o impossível de hoje somente quando, às vezes, se faz possível viabilizar alguns impossíveis de agora”.

Apresento minha gratidão a cada verdadeira/o educador/a que por mim passou, pois foram elas e eles que me fizeram perceber que “não pode haver caminho mais ético, mais verdadeiramente democrático do que testemunhar aos educandos como pensamos as razões por que pensamos desta ou daquela forma, os nossos sonhos, os sonhos por que brigamos, mas, ao mesmo tempo, dando-lhes provas concretas, irrefutáveis, de que respeitamos suas opções em oposição às nossas” (FREIRE).

Quero que você professora e você professor recebam minha eterna gratidão por existirem em minha vida.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...